Sindmed-AC cobrará a mudança de local do raio-x do Hospital de Sena Madureira

Sindmed-AC cobrará a mudança de local do raio-x do Hospital de Sena Madureira

O presidente em exercício do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), Guilheme Pulici, voltará a cobrar a instalação do raio-x em uma outra área do Hospital João Câncio Fernandes, de Sena Madureira. Existe um aparelho portátil, mas o equipamento pode espalhar radiação, por isso é recomendado utilizar em último caso.
Segundo o sindicalista, a polêmica sobre o uso do raio-x se arrasta desde gestões anteriores, pois a sala em que o aparelho está instalado fica ao lado da emergência, com isso, a radiação poderia atingir profissionais de saúde e pacientes. A vigilância foi ao local e acabou recomendando o desligamento.
“Sabemos que o governo está construindo um novo prédio ao lado, mas o equipamento é importante, por isso iremos propor a mudança de local para que seja utilizado, evitando que pacientes sejam transferidos para Rio Branco”, explicou Guilherme Pulici.


Além da falta de condições de oferecer o serviço de imagem, o representante do Sindicato ainda verificou a falta de privacidade no atendimento. Os pacientes são recebidos na sala de emergência, em um local de grande circulação de pessoas.
“O ideal é a oferta de consultórios, para oferecer maior privacidade. A grande circulação de pessoas pela emergência também causa a entrada de mais micro-organismos que podem contaminar o ambiente”, explicou o representante do Sindmed-AC.
Problema antigo
O problema de localização do raio-x é antigo, existindo registros da queixa pelo Sindicato desde 2016.
“Sabemos que existem obras para a construção de um novo prédio, o que é bem evidente, mas estamos preocupados com a situação e por isso vamos relatar o caso para a Secretaria de Saúde”, disse Guilherme Pulici.
Covid
A presidente em exercício aproveito ainda para conhecer a estrutura do hospital de campanha montado em Sena Madureira, além de conversar com médicos sobre a estrutura existente no local.

Freud Antunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *