Médicos continuarão em greve até que governador cumpra com o acordo

Médicos continuarão em greve até que governador cumpra com o acordo

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) confirmou nesta sexta-feira, 01, a permanência dos médicos na greve com a possibilidade de ampliação dos atos a serem realizados na próxima semana. Para a classe, a reposição de 5,42% da inflação é ofensiva.

Segundo o vice-presidente da entidade, Rodrigo Prado, o Sindicato mudará a programação de greve nos próximos dias, buscando fortalecer ainda mais o movimento, além de demonstrar a população que o governador Gladson Cameli traiu a classe.

“O descumprimento do acordo representou uma grande decepção para a categoria, uma ofensa, pois já havia concordância, por meio de negociação fechada, em junho do ano passado, que existiria a reposição inflacionárias dos dois últimos anos”, explicou o sindicalista.

Os médicos decidiram que a greve deve ser por tempo indeterminado, ou seja, poderá ter continuidade durante toda a campanha política caso não haja o atendimento de todas as demandas. Todos os servidores da saúde deflagraram greve no dia 8 de março.

Entre os compromissos feitos por Gladson Cameli e pelo então secretário de articulação, Alysson Bestene, ainda restam para serem concedidos a abertura de concurso público, a reposição dos dois últimos índices inflacionários, a reforma do Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR) e o fechamento da revisão do Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho (LTCAT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.