Entidades médicas formatam documento para cobrar melhorias no atendimento contra o Covid-19

Entidades médicas formatam documento para cobrar melhorias no atendimento contra o Covid-19

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), Associação dos Médicos do Acre (Amac) e Conselho Regional de Medicina (CRM) formataram no início da noite de quarta-feira (18) um documento com recomendações para gestores, médicos e servidores da rede pública e privada para atuação no atendimento dos casos suspeitos de coronavírus (Covid-19). A entrega do documento será realizada ainda nesta quinta-feira (19) ao governo do Estado.
A proposta é que um representante de cada entidade possa efetuar a entrega do documento ao secretário de Estado de Saúde (Sesacre), Alysson Bestene, apontando as necessidades profissionais e os protocolos a serem apontados.
O Sindmed-AC também fará a entrega de documento reivindicando do gestor para que haja a compra de equipamentos de proteção individual (EPI), como aventais impermeáveis, luva, óculos e máscara apropriada para os trabalhadores que estiverem atendendo as vítimas do coronavírus.
“Cobramos proteção para os médicos, pois, caso haja a contaminação, teremos um profissional a menos para atuar, aumentando as filas”, justificou Murilo Batista.
O sindicalista explicou ter recebido várias reclamações de filiados sobre a falta de equipamentos para atendimento das pessoas infectadas pelo Covid-19, com isso, o Sindmed-AC vem cobrando uma reunião com o secretário para que haja o atendimento da demanda de forma urgente.
Participaram do debate membros da Academia Acreana de Medicina e a direção da Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre).

Freud Antunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *