MBH apresenta problemas estruturais

MBH apresenta problemas estruturais

A diretoria do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) visitou a Maternidade Bárbara Heliodora (MBH) na manhã desta quinta-feira (01) e recebeu reivindicações da classe. A fiscalização tem o objetivo de buscar melhores condições de trabalho, refletindo em um atendimento de maior qualidade para a população.
Entre as demandas recebidas está a reativação da terceira sala cirúrgica, sendo necessária a compra de uma mesa cirúrgica. O estabelecimento possui, atualmente, três salas, mas apenas duas estão em funcionamento, por falta do equipamento.


Segundo o presidente do Sindmed-AC em exercício, Guilherme Pulici, ainda houve a queixa da falta do equipamento de cardiotocografia, utilizado para verificar as condições cardíacas do feto, além da falta de berço aquecido, equipamento de fototerapia para tratamento de icterícia e de bomba de infusão para infundir líquidos e medicamentos via intravenosa.


“Conseguimos conversar com vários colegas e sentimos uma melhora no preenchimento da escala de médicos, mas ainda falta estrutura para a garantia de um melhor atendimento e da oferta de retaguarda para o profissional que precisa de condições de trabalho”, disse Pulici.
Os médicos cobraram a disponibilidade de um ortopedista e de um cirurgião vascular para a UTI pediátrica. Ainda foi possível verificar a degradação da estrutura física local, com uma série de infiltrações em paredes e forro danificado, o que potencializa a contaminação do ambiente hospitalar por microorganismos, tornando o ambiente de trabalho insalubre.
“Vamos levar todas as demandas para a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e, como de praxe, cobrar melhorias. Sabemos que existe a proposta de uma nova maternidade, mas, até a inauguração dessa nova unidade, todos os acreanos merecem atendimento digno com as ferramentas que temos e podemos adquirir”, finalizou o presidente do Sindicato.

Freud Antunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *