Sindmed-AC recebe denúncias da falta de medicamentos, mantimentos e equipamentos na Fundhacre

Sindmed-AC recebe denúncias da falta de medicamentos, mantimentos e equipamentos na Fundhacre

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) recebeu a denúncia da falta de medicamentos, equipamentos de proteção individual (EPIs), mantimentos e materiais na Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre). Nos prints do grupo de WhatsApp conhecido como Same, uma referência ao Serviço de Arquivo Médico, existe o registro dos itens necessários para atuação.

No mensageiro, os profissionais se queixam da falta de atenção por parte da gestão e o desespero para se buscar doações, existindo até uma vaquinha entre médicos para a compra de medicamentos. As conversas foram registradas no início do mês, mas estão sendo divulgadas apenas agora depois da verificação da autoria e dos riscos vividos pelos pacientes.

Segundo os prints, em alguns casos, a gestão da Fundhacre paralisa cirurgias eletivas para atender a agenda de mutirões.

Nos grupos, os especialistas alertam para a possibilidade de novas mortes pela falta de medicamentos e de equipamentos, como berços aquecidos. Sem o berço, as crianças chegam a ficar com uma temperatura entre 32 graus e 33 graus.

Em outra mensagem, um especialista recomenda pedir para que pacientes façam protestos para que melhorias sejam feitas.

O Sindmed-AC encaminhará todo o caso para o Ministério Público Estadual (MPE), Conselho Regional de Medicina (CRM) e cobrará melhorias das autoridades do estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.